Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

Gestão de Projetos

Gerenciando projetos

Jefferson Terra

Gerente do projeto Unicenter DSM da Procergs

É cada vez maior o número de organizações que estão utilizando técnicas de Gerência de Projetos de TI para realizar mudanças da forma mais segura possível. Mais que uma tendência, isto é uma questão de sobrevivência. Nesse sentido a figura do Gerente de Projetos de TI passa a ser fundamental para analisar as melhores estratégias, gerenciar tempo, escopo, analisar riscos e reduzir custos. Um projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo. Ele deve possuir um início e um fim, deve ser planejado e para isso existem regras, métricas e um conjunto de melhores práticas.

Pensar em projetos me faz lembrar do dia em que fiquei até tarde no trabalho e percebi que meu tempo havia sido mal gerenciado, pois eu já estava atrasado para um congresso sobre tecnologia que ocorreria no outro lado da cidade. Para piorar as coisas, percebi que nem sabia muito bem qual o caminho que deveria seguir para chegar ao evento no menor tempo. Então chamei um táxi e iniciei o meu deslocamento.

Assim que entrei no táxi percebi que estava entrando em um projeto. Sim, aquele deslocamento também poderia ser gerenciado como um projeto.   Naquele percurso existia um início e uma previsão de término. Existia também um cliente apressado e um taxista-gerente que seria o responsável por conduzir todas as ações do caminho, analisar os riscos de cada trajeto, gerenciar o custo, o tempo, a qualidade, agradar o cliente e todas as demais funções de um gerente.

No caminho o motorista comentou que eu era um passageiro de sorte porque o seu táxi era o mais equipado da cidade. Até que gostei de saber daquilo, mas o que eu queria mesmo era chegar ao meu destino o mais rápido possível. Depois, ele comentou que tinha instalado um motor flex com comando de válvula variável inteligente, me deu mais detalhes técnicos sobre a marca dos pneus e o design super moderno do carro.  Não percebendo a minha pouca aderência ao tema, falou mais sobre os sistemas de freios ABS, modelo do duplo air-bag, tipo de amortecedores e dicas de direção defensiva. Para completar a minha tortura, ele começou a narrar tudo o que acontecia no trânsito enquanto falava sobre as diferenças entre a suspensão independente e o modelo de amortecedor transversal.

Enfim, cheguei ao meu destino dentro do prazo esperado, mas nunca mais pretendo andar naquele táxi. O bom gerente é aquele que consegue dimensionar qual é o tipo de informação que deve ser divulgada durante o projeto. Infelizmente, ainda existem Gerentes de Projetos de TI que são exatamente como o meu taxista. Eles administram seus projetos de forma brilhante, mas acabam irritando seus clientes quando exageram na utilização de termos técnicos e nas referências ao ITILv2, ITILv3, normas da ISO, CMMI, PMI, Cobit e tantos outros. Às vezes, o cliente só quer chegar ao seu destino e pronto.



 

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo