Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

:: Inovação e Criatividade

Fapemig já lançou 8 editais neste ano

Diário do Comércio | 19/01/2011

A Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig) lançou neste mês um pacote de oito editais, em diferentes modalidades. Ao todo, serão aplicados R$ 44,540 milhões. Conforme o presidente da instituição, Mario Neto Borges, todo o Estado será beneficiado. "Do total de editais lançados neste início de ano, seis foram no dia 1º de janeiro. Os pesquisadores terão mais tempo para elaborar propostas", avaliou.

Ele ressaltou que existe uma grande demanda por pesquisas em Minas Gerais, sobretudo com base tecnológica. O primeiro edital, também chamado de universal, destinará R$ 23 milhões para pesquisas que abordem diversas áreas de conhecimento. Para concorrer, os pesquisadores devem enviar suas propostas até 30 de março. O valor individual dos projetos não pode ultrapassar R$ 50 mil.

Já o segundo edital está na sexta edição e tem o objetivo de financiar reparos e manutenção de equipamentos de laboratórios - fora do período de garantia e cujo custo de aquisição tenha sido superior a R$ 100 mil. Ao todo, serão distribuídos R$ 2 milhões às propostas aprovadas. Uma exigência está na contrapartida financeira da instituição proponente de, no mínimo, 10% do valor do serviço. As inscrições deverão ser enviadas até 4 de abril.

O terceiro edital se refere ao Programa Pesquisador Mineiro (PPM) e está na quinta edição. A licitação oferece cotas financeiras mensais a pesquisadores e tecnólogos no apoio a projetos de pesquisa. Entre os pré-requisitos, os candidatos devem ter liderança reconhecida em sua área de atuação. Este ano, serão distribuídas 300 cotas e, ao todo, serão disponibilizados R$ 12,24 milhões. As propostas deverão ser encaminhadas até o dia 6 de abril.


Biblioteca - A Fapemig também lançou a sexta edição do edital de aquisição de livros técnicos e científicos para pós-graduação. Serão destinados R$ 2 milhões às propostas aprovadas. O processo licitatório possibilita a compra de títulos adotados em cursos de pós-graduação stricto sensu, regularmente oferecidos por instituições sediadas em Minas Gerais. As propostas poderão ser encaminhadas até 7 de abril.

No caso do quinto edital, relacionado à publicação de periódicos científicos institucionais, os investimentos chegarão a R$ 800 mil. O processo licitatório faz parte do Programa de Apoio a Publicações Científicas e Tecnológicas lançado no final de 2005 e tem o objetivo de beneficiar projetos de editoração e publicação de periódicos científicos brasileiros, impressos ou eletrônicos, em todas as áreas do conhecimento. As propostas poderão ser enviadas até 11 de abril.

Em sua sétima edição, a Bolsa de Incentivo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico-Tecnológico (BIPDT) destinará R$ 2 milhões a servidores públicos estaduais que atuam como pesquisadores em instituições de ensino e pesquisa do Estado com projetos financiados por agências oficiais. A BIPDT visa estimular a fixação e a qualificação de pesquisadores no Estado, além de ampliar as pesquisas já realizadas. A bolsa é uma ajuda de custo acrescida ao salário dos servidores. O auxílio é concedido por um ano, com possibilidade de prorrogação por mais um exercício. A partir daí, nova solicitação deverá ser submetida. Os valores das bolsas variam entre R$ 600 e R$ 800 para mestres e de R$ 900 a R$ 1,1 mil para doutores. As propostas serão recebidas até 13 de abril.

O sétimo edital - apoio a projetos de extensão em interface com a pesquisa - tem como proposta transformar a realidade social a partir da integração entre a universidade e a comunidade. Neste ano, serão destinados R$ 2 milhões aos projetos aprovados, o dobro do oferecido no ano anterior. De acordo com Borges, o aumento dos recursos se deve à grande demanda apresentada nas edições anteriores. O prazo final para encaminhamento das propostas é 18 de abril.

O último edital lançado até o momento se refere ao projeto Santos Dumont e irá propiciar o desenvolvimento de produtos, processos ou serviços com inovação tecnológica estimulando o espírito empreendedor de alunos da graduação. Ao todo, serão R$ 500 mil para as propostas aprovadas, sendo que cada uma não pode ultrapassar o valor de R$ 25 mil. Os projetos deverão ser encaminhados até o dia 25 de abril.

No decorrer de 2010, segundo o presidente da Fapemig, 25 editais foram lançados, em um investimento total de R$ 133,680 milhões. Ele ressaltou que foi um recorde e para este ano deverão ser anunciados 20 processos licitatórios. "O número poderá ser ampliado e está alinhado às parcerias que serão realizadas durante o exercício", explicou.
 

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo