Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

Gestão e Tecnologia Industrial

Droga Raia obtém mais precisão na contagem de estoque

http://tecnologistica.com.br/eficiencia/droga-raia-obtem-mais-precisao-na-contagem-de-estoque/

A rede de farmácias Droga Raia firmou uma parceria com a Linx Prevenção de Perdas – unidade de negócios do Grupo Linx especializada em soluções de redução de perdas relacionadas a materiais, oportunidades, tempo e capital – com o objetivo de implantar uma nova metodologia para melhorar a precisão dos inventários gerais de cada uma das lojas da rede, além de obter maior confiabilidade nos resultados. O projeto, que teve início em outubro de 2010, contempla 116 lojas da rede Droga Raia em São Paulo e Rio de Janeiro e encontra-se agora em sua segunda etapa. A partir de um sumário de necessidades concebido pela rede de farmácias, a Linx incorporou aos sistemas de gestão das lojas processos de checagens e rotinas capazes de controlar a execução dos trabalhos em tempo real, com a finalidade de obter informações mais precisas e em conformidade com os melhores padrões de gestão de estoques. “O impacto desse tipo de medida em operações de inventário em lojas como as da Droga Raia permite controlar muitas rotinas passíveis de erros, minimizando riscos e melhorando significativamente a qualidade das contagens”, diz Claudio Landsberg, diretor da Linx Prevenção de Perdas. De acordo com o gerente de Prevenção de Perdas da Droga Raia, Anderson Ozawa, a apuração correta permite direcionar ações, adquirir tecnologias e ainda reduzir e controlar quebras contábeis. Segundo a rede de farmácias, benefícios como uma maior precisão nos resultados dos inventários, melhor gestão da cadeia de suprimentos e informações sobre perdas mais reais já puderam ser sentidos. A companhia espera ainda alcançar 99% de precisão na contagem de estoque com o projeto. “A ideia é obter uma melhor gestão não só na compra, mas também no abastecimento das lojas e, consequentemente, melhorar o atendimento ao nosso cliente. Além disso, é fundamental que a operação de inventário seja cada vez mais transparente para a loja e que ao final elas estejam mais organizadas para receber os consumidores”, ressalta Ozawa. “Consideramos a acuracidade e a qualidade do estoque fundamentais para o processo de supply chain, para a disponibilidade do produto ao cliente e para uma gestão estratégica de prevenção de perdas direcionada e norteada em resultados reais”, completa Fernando Varela, vice-presidente de Operações da Droga Raia. A parceria entre as companhias prevê ainda um acordo de SLA (Service Level Agreement), que permite que novas lojas sejam atribuídas ou retiradas do projeto com base nos desempenhos apurados. A Droga Raia possui atualmente 350 lojas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná. Com cerca de seis mil funcionários, a rede obteve um faturamento bruto de R$ 1,9bilhão no ano de 2010.

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo