Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

Priorização de Projetos de Construção e Montagem trazem benefícios ao empreendimento industrial

Italo de Azeredo Coutinho

Coordenador do curso de Pós-Graduação em Engenharia de Planejamento do IETEC.

Empresas quando iniciam as obras dos seus projetos não priorizam ou não seqüenciam adequadamente a fase de construção e montagem, isso gera inconvenientes, atrasos e prejuízos. O emprego de práticas de seqüenciamento e ranking das frentes de serviço demonstra a aplicação de estudos de priorização de carteira de projetos como solução para esse dilema. Historicamente os empreendimentos são atendidos conforme eram demandadas as frentes de obra ou por aqueles nos quais os gerentes de projetos tinham maior afinidade com as equipes e interesses internos (áreas de Suprimentos, Engenharia, Obras, Patrimonial, Recursos Humanos).

A falta de critério de priorização de projetos causa os seguintes inconvenientes:

• Múltiplos objetivos simultâneos;
• Múltiplas alternativas;
• Critérios de resolução conflitantes;
• Indefinições e Incertezas quanto a o uso de recursos estratégicos e críticos;
• Contextos multidisciplinares;
• Critérios não-quantificáveis;
• Entre outras complicações as quais as decisões deveriam ser tomadas com racionalidade.

Boas práticas de priorização na construção e montagem são importantes para definir claramente a atuação da administração do projeto e onde esforços deverão ser empenhados. Priorizados são também melhor gerenciados, uma vez que recebem a devida atenção estratégica da organização contratante, se bem feito reflete em redução de custos para contratadas.

O objetivo da priorização de projetos para empreendimentos de Engenharia e Construção para empresas construtoras e montadoras é reduzir custos, não há dúvida quanto a isso. Os resultados obtidos com essa prática são satisfatórios e podem contribuir para a definição da aplicação adequada dos recursos empresariais.

A avaliação sem critérios do que é urgente (tudo aquilo que muito provavelmente não foi planejado) e tudo o que se demonstra prioridade (é o que se não for feito irá gerar mais prejuízos) sempre irá culminar na experiência empírica do gestor de obras, mas o que fazer quando este profissional não se faz presente ou não tem tanta experiência assim? Jogar dados poderia ser uma boa, pois não é diferente do que muitos fazem; talvez até mais eficiente, pelo menos assim algum critério fora utilizado.

Não dá para ser leviano com ações que irão demandar tempo e recursos financeiros, muito dinheiro por sinal ao avaliarmos a magnitude dos empreendimentos.

A priorização das soluções é importante para permitir a elaboração de um plano de implantação e de resolução do problema. Uma das técnicas indicadas é a matriz B.A.S.I.C.O. que considera os Benefícios para a organização; a Abrangência de pessoas beneficiadas pela solução; a Satisfação dos colaboradores; os Investimentos necessários; os Clientes e o efeito que a solução terá neles; e a Operacionalidade da solução.

Outra ferramenta é o método de AHP - Analytic Hierarchy Process, é uma modelagem através de estrutura hierárquica, na qual contempla objetivos, critérios e alternativas (Árvore de Decisão), processo para cálculo das preferências entre componentes da árvore, processo de síntese multilinear, método desenvolvido a partir da Teoria dos Jogos, mundialmente utilizado por empresas de distintos setores em diversas aplicações e um importante método de linha de pesquisa com mais de 3.000 trabalhos (teoria e prática) publicados.

Podemos concluir que o Sistema de Priorização é capaz de alinhar a Carteira de Projetos da área de construção e montagem às diretrizes da empresa, de modo a direcionar os recursos da engenharia aos projetos prioritários e dessa forma, obter previsibilidade de conclusão do desenvolvimento dos projetos.

Através da consolidação da avaliação de todos os projetos, o Sistema de Priorização alinha o estratégico ao portfólio da companhia, propiciando uma visão de quais projetos necessitam de tomadas decisões imediatas, permitindo aos envolvidos terem uma visão adequada e segura. Tudo isso é fundamental para o sucesso dos empreendimentos em empresas com projetos complexos, com alto custo, diversas partes interessadas, prazos delongados e características técnicas e construtivas desconhecidas ou restritas.
 

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo