Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

Gestão de Carreira: Fundamental para alcançar os objetivos profissionais

Ana Carolina Pacheco

Jornalista do IETEC.

 

Saber direcionar a carreira, com clareza sobre seus verdadeiros objetivos, reconhecendo pontos fortes, fracos e trabalhando para alcançar o sucesso profissional nem sempre é uma tarefa fácil. O autoconhecimento, parte fundamental para uma boa gestão de carreira, é um processo que demanda tempo e mesmo profissionais que já possuem certa experiência devem estar sempre atentos para não perderem o foco, pois esse processo é contínuo, e novos interesses e caminhos na carreira não podem ser desconsiderados.

As opções de atuação no mercado de trabalho hoje são inúmeras. São mais de duas mil profissões reconhecidas pelo Ministério do Trabalho, de acordo com a CBO, Classificação Brasileira de Ocupações. O que torna ainda mais difícil a definição de um direcionamento para a carreira.

Igor Ferreira estava com muitas dúvidas em relação aos seus objetivos e percebeu, durante a realização de seu curso de MBA no Ietec, no módulo de Gestão de Carreira, um norte para sua carreira: “eu estava um pouco perdido, indo conforme as coisas iam acontecendo, e agora eu vejo que posso ter um planejamento, ter um foco para conseguir alcançar um objetivo, que eu nem tinha muita noção do que era. Hoje eu já tenho mais bem formado.” Ele percebeu que seu interesse inicial, a ascensão do cargo dentro de uma mesma empresa, não era exatamente sua vontade de fato. E descobriu que seu desejo era abrir um negócio, em que pudesse aplicar tudo o que aprendeu: “Eu vi que é algo que eu desempenho bem e que posso me dar bem nisso.”

Rodrigo Resende é profissional de logística com 11 anos de experiência e estava fora dessa área há quatro anos. Resolveu voltar a atuar nesse mercado e para isso se matriculou na pós em Engenharia Logística e MBA em Gestão de Negócios no IETEC. Ele afirma que o módulo de gestão de carreiras oferecido pelo Instituto teve um efeito muito positivo em relação ao seu desenvolvimento na carreira, pois, segundo ele, houve um despertar para questões que acabam ficando adormecidas: “Ajudou a entender que podemos algo mais, principalmente em relação à carreira profissional. Eu sei que eu posso mais, mas ela instigou a querer ir mais longe. Há pouco tempo fui promovido a supervisor de logística na empresa em que eu trabalho e, se eu fui promovido, é porque eu estou realizando um bom trabalho, graças ao conhecimento que estou colocando em prática. E hoje posso dizer que através do MBA pretendo alcançar ainda mais degraus, não parar por aí.”

Andreza Pereira realizou o módulo e percebeu que a mudança de foco na gestão da própria carreira é muito importante: “Muitas vezes não paramos para pensar como vai ser a nossa carreira daqui 5, 10, 15, 20 anos. E essa disciplina foi muito boa para percebermos como é bom parar e pensar o que queremos amanhã, o que precisamos melhorar, quais são os nossos pontos fortes e fracos. No dia a dia corrido, a gente não sabe onde somos bons e onde não somos. A gente perde muito tempo batendo de frente com erros do dia a dia.”

De acordo com Silmara Agda, professora do módulo de Gestão de Carreiras no Ietec, “Uma boa gestão de carreira começa com uma boa estratégia para você gerenciar a sua vida. É necessário fazer um panorama do que você quer, quem é você, o que você quer obter da sua vida profissional para você então direcionar. Porque a carreira é extremamente importante: ela diz aonde você vai morar, com quem você vai conviver, com quem você vai negociar, e você ter estratégias para lidar com os desafios que é se direcionar no mercado de trabalho.”

Ela considera alguns pontos fundamentais na hora de gerir a carreira: “Autoconhecimento; saber muito bem dos seus pontos fortes e pontos fracos, para gerenciá-los, mas construir sua base profissional em cima dos seus pontos fortes. Tê-los muito claros: as competências que você possui e o que você precisa desenvolver para então avaliar estrategicamente o nível de esforço que você vai empreender para ser o profissional que você quer ser.”

METODOLOGIA DISC

Como forma de dar suporte aos profissionais, aumentando a percepção sobre eles mesmos, no módulo de Gestão de Carreiras é utilizada a ferramenta DISC, metodologia de análise de perfil comportamental reconhecida mundialmente para seleção e desenvolvimento de pessoas. Para Rodrigo Resende, a metodologia funcionou muito bem: “Foi perfeito, parece que tira uma foto da gente e põe no papel, se você for sincero, como foi proposto pra gente. Tem que responder de acordo com o que você realmente é, e não do jeito que você quer se moldar. E cai como uma luva.”

O DISC não mede inteligência, nem restringe o profissional, não há resultado positivo ou negativo, mas sim, mostra quais as características pessoais mais marcantes em cada um. O DISC trabalha com quatro fatores-chave: Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade.


 

Saiba mais sobre Gestão de Carreiras:

 

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo