Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

A importância da implementação de um código limpo para alcançar a qualidade contínua

Ellen Eliza de Almeida

 Pós-graduada em Métodos Ágeis e práticas Devops pelo Ietec.

RESUMO

Este trabalho aborda algumas práticas de Código Limpo através de algumas técnicas, tais como: nomes significativos, unicidade de funções, métodos não extensos, cuidado ao se utilizar comentários e testes unitários. Tendo por sua vez a finalidade de identificar pontos de ganho dentro de um projeto com poucos erros e boas condições de manutenção. Para o desenvolvimento deste trabalho utilizou-se a abordagem tanto quantitativa quanto qualitativa. Durante o estudo foi detectado problemas que podem surgir como custos em que um código ruim impacta nos projetos, desmotivação e falta de produtividade. Foi realizado também um questionário online com 124 profissionais da área de desenvolvimento de software e/ou áreas que utilizam código fonte, em empresas localizadas no Brasil. Foi possível constatar problemas ao se desenvolver códigos ruins em vários cenários, quais são os bloqueios que os profissionais utilizam para não efetuar mudanças no modo de se trabalhar, e até mesmo quando se houve ganhos em que boas práticas foram seguidas. 

PALAVRAS-CHAVE: Código Limpo. Sonar. Qualidade Contínua. Quantitativo. Qualitativo

INTRODUÇÃO

O desenvolvimento de software é uma das etapas mais importante em um ciclo de um projeto. Atualmente muitas empresas sofrem com a má qualidade dos códigos desenvolvidos dentro de suas equipes, levando a inúmeros defeitos e insatisfação de clientes. A qualidade inserida dentro do contexto de desenvolvimento do software vem ganhando cada vez mais destaque dentro do processo, pois devido à evolução do mercado as pessoas estão cada vez mais exigentes. Isso faz com que qualquer oportunidade, se não for bem estruturada, pode ser engolida facilmente devido à quantidade de concorrentes. Há curto prazo ter um código com baixa qualidade, ilegível pode funcionar, porém a longo prazo com muitas outras atualizações acarreta em constante perda de produtividade, erros excessivos, desmotivação do time, dentre outros. Desta forma, inserir novas funcionalidades se torna cada vez mais demorado e com custos elevados. Códigos são escritos posteriormente a uma necessidade identificada, “eles representam os detalhes dos requisitos. Em certo nível não há como ignorar ou abstrair esses detalhes: eles precisam ser especificados, E especificar requisitos detalhadamente de modo que uma máquina possa executá-los é programar” (MARTIN, 2006, p.12). Códigos ruins podem acarretar em vários problemas, tais como: A baixa produtividade da equipe, pois em códigos mal escritos qualquer mudança não é trivial e requer tempo, e até mesmo a refatoração completa do código. O segundo problema está relacionado com o alto número de bugs. Baseando-se neste cenário: Como melhorar a escrita de um código e quais são os benefícios a médio e a longo prazo ao se adotar boas práticas de código limpo? O objetivo deste trabalho é apresentar a importância do desenvolvimento de código limpo, benefício de sua aplicabilidade e ferramentas de auxílio; de forma que possam contribuir de forma exponencial a melhoria da escrita de códigos dentro dos projetos. Este artigo está organizado da seguinte maneira: Na primeira seção é apresentada a referência bibliográfica para fundamentação deste projeto, na segunda seção é apresentado as metodologias e resultados. Por fim é apresentado as conclusões para reflexão e projetos futuros de estudo. 

Baixe o PDF desta matéria

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo