Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

Scrum: reflexos em não utilizar corretamente as práticas recomendadas framework

Fernanda Christine Horta Nardin

 Pós-graduada em Métodos Ágeis e Práticas DevOps pelo Ietec.

RESUMO

Este artigo tem como objetivo expor alguns reflexos gerados quando as práticas recomendadas pelo Scrum não são utilizadas corretamente. Inicialmente serão abordados conceitos do framework, bem como as práticas recomendadas a fim de viabilizar o embasamento para melhor entendimento dos itens discutidos na pesquisa apresentada. Em seguida é apresentada a metodologia desenvolvida para a execução da pesquisa, que foi do tipo exploratória utilizando a técnica de estudo de caso, utilizando como referência o contexto desse artigo. Após a apresentação da metodologia utilizada para a execução da pesquisa, será exposto o resultado da pesquisa propriamente dita e respectiva discussão, que foi realizada com a equipe de TI de uma empresa do setor bancário, que adotaram o Scrum como metodologia de trabalho. O artigo será finalizado com a conclusão sobre o assunto abordado.

PALAVRAS-CHAVE: Scrum. Metodologia ágil. Agile time. Práticas Scrum.

INTRODUÇÃO

No início dos anos 2000 os métodos ágeis de desenvolvimento de software começaram a ganhar força no mercado como uma alternativa de auxiliar e promover a flexibilidade, eficiência e dinamismo nos projetos de software, com entregas em prazos menores - se comparadas à metodologia tradicional -, sem perder a qualidade do produto. A VersionOne, empresa que presta consultoria especializada em métodos ágeis, divulgou a pesquisa State of Agile, do ano de 2017, que envolveu 1.492 profissionais da comunidade de desenvolvimento de software que trabalham em empresas de portes e ramos variados. A pesquisa fornece indicadores de que a adoção ágil está crescendo dentro das organizações, de forma mais ampla e profunda. 25% dos entrevistados disseram que todas ou quase todas as equipes são ágeis, enquanto apenas 8% relataram isso em 2016. A pesquisa apontou que o Scrum é uma das metodologias ágeis mais utilizadas nas organizações dos entrevistados e que as organizações estão percebendo os benefícios que elas se propuseram ao adotar a metodologia ágil, sendo os principais: capacidade de gerenciar mudanças de prioridades (71%), visibilidade do projeto (66%), alinhamento de negócios x TI (65%) e velocidade de entrega (62%). A Salesforce.com foi mais uma empresa que percebeu os benefícios trazidos com a adoção do Scrum. Segundo Cohn (2011), esta empresa constatou em 2006 que a frequência de suas versões tinha diminuído de quatro por ano para uma por ano. Sendo assim, foi realizada a transição para o Scrum. Durante o primeiro ano da adoção do framework, a SalesForce.com distribuiu 500% a mais de valor a seus clientes em comparação com o ano anterior e lançou 94% de mais recursos, mas versões de seu sistema. A receita, que em 2006 era de 450 milhões de dólares foi para mais de um bilhão de dólares nos dois anos seguintes. Ao adotar qualquer metodologia de trabalho é fundamental que a empresa esteja atenta à utilização das ferramentas e técnicas a fim de mitigar riscos e fracassos nos projetos. Não foram encontrados insumos que trazem dados concretos sobre os reflexos causados pela utilização incorreta ou não utilização das práticas recomendadas pelo framework. Desta forma, no intuito de contribuir com a base de conhecimento para preencher a lacuna identificada, o presente artigo visa esclarecer os principais conceitos utilizados pelo Scrum e suas práticas, e compreender, mensurar e discutir os impactos da utilização incorreta deste framework

Baixe o PDF desta matéria

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo