Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

Reavaliação de processos sob o olhar da análise de negócios Aplicação empresa de tecnologia da informação

Cristiane Batista Tebúrcio

 Pós-graduada em Análise de Negócios e Processos pelo Ietec.

RESUMO

O presente artigo tem como objetivo apresentar as ferramentas de análise de negócios e processos e como podem ser utilizadas para em análises de melhorias de processo em TI, visando identificação de melhorias de processos e eficiência das ferramentas na mitigação de riscos. A análise realizada foi da empresa hipotética BH Automation. Essa empresa foi empregada no Trabalho Técnico de Final de Curso, o contexto é hipotético baseado na realidade de empresas reais que por questões de confidencialidade não serão identificadas. A automação, a digitalização de processos e a crescente necessidade de expansão fazem com que muitas empresas em busca de mercado e competividade acabem por não conseguir atender com excelência a expectativa de clientes, criando ambientes profissionais pesados, ampliando a tensão entre equipes e colaboradores, além de perder mercado devido ao não planejamento e alinhamento estratégico. O planejamento inadequado na execução dos processos e projetos assim como uma análise ineficiente das causas dos problemas em projetos e empresas está ligado diretamente ao fracasso do crescimento das mesmas. As ferramentas de análise de negócios podem não só apresentar soluções como com a utilização delas identificar as causas raízes dos problemas enfrentados pelas empresas de crescimento rápido, sem estruturação de processos, ou até em empresas que estão se reinventando.

PALAVRAS-CHAVE: Análise de negócios. Ferramentas de análise. Melhoria de processos.

INTRODUÇÃO

É crescente a competitividade por mercado e muitas empresas para alcançar tamanha visibilidade acabam por falhar no planejamento e estruturação de processos. As empresas de tecnologia da informação são as mais afetadas pela volatilidade de mercado e a crescente disponibilidade de novas tecnologias. Está se tornando cada vez mais comum automação em processos de trabalho, vistos muitas vezes como vilões do mercado de trabalho onde robotizações estão cada vez mais disponíveis, acessíveis e evoluem em tempo recorde. Implantar projetos de automação podem se tornar complexos pois necessitam do apoio de colaboradores que muitas das vezes não estão abertos a novas tecnologias ou tem a visão de que a tecnologia pode reduzir taxa de empregabilidade, assim sendo opositores em projetos de grande visibilidade. Além da falta de apoio tem-se ainda a não definição clara de escopos, assim como as solicitações de mudanças tão conhecida em projetos e que são causa também de atrasos e fracassos. A competitividade dos mercados exigem agilidade e assertividade assim como cumprimento de datas acordadas, em projetos que já possuem data de fim sem ao menos começar. Nesse cenário é necessário reduzir custos, desperdícios, retrabalhos e aumentar a capacidade produtiva, porém mesmo bem estruturadas algumas empresas não conseguem realizar entregas conforme esperado e têm como consequência quadros compostos por perda ou insatisfação de clientes, perda de mercado e expansão, “turn over” e até mesmo a quebra de empresas. O que traz essa realidade a muitas empresas? O que faz com que as empresas estruturadas deixem o dinheiro na mesa e mesmo com mão de obra qualificada não alcancem metas?

O artigo está estruturado no estudo de caso realizado na BH Automation que apesar das expectativas de mercado não está alcançando os resultados previstos. Nesse cenário foram realizadas análises com ferramentas de negócio afim de determinar possíveis melhorias e retomada do crescimento Foram realizadas análises como:

• Diagrama de Ishikawa;

• Análise de Swot;

• Matriz GUT

• Matriz RACI;

• Plano de Negócios;

• Business Case.

Espera-se ao final da análise compreender o motivo do insucesso dos projetos da BH Automation e o quão podem ser uteis as ferramentas de análises de negócios nas rotinas das empresas.

Baixe o PDF desta matéria

 
 

 

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo