Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

:: RH

O papel do RH - primeiros passos

Fábio Rocha

Instrutor do curso de Gestão de Projetos Sociais do IETEC

Recrutamento, seleção, avaliação de desempenho, treinamento, gestão de talentos e agora gestão da responsabilidade social empresarial. Será esta uma nova demanda para o RH de sua empresa? Oportunidade ou Problema?

A responsabilidade social empresarial é a mais nova demanda do mercado e com certeza esta é mais uma grande oportunidade para que o RH (recursos humanos) participe e lidere um grande desafio para as empresas.

"RH é o conjunto de políticas e práticas necessárias para conduzir os aspectos da posição gerencial relacionados com as "pessoas" ou recursos humanos, visando a eficácia dos funcionários e das organizações.", segundo Idalberto Chiavenato. A partir deste conceito percebemos a relação entre a área de Recursos Humanos e a gestão da responsabilidade social.

Não defendemos aqui que esta seja uma propriedade ou feudo do RH, pelo contrário, as implantações dos programas de responsabilidade social empresarial passam pelo envolvimento de todas ás áreas (técnica, marketing, comunicação, financeiro, etc) e de todos os públicos com os quais a empresa se relaciona (fornecedores, comunidade, poder público, acionistas).

Quais seriam então os primeiros passos do RH em relação à responsabilidade social empresarial?

Entender o conceito e de maneira mais específica os temas da AGENDA de RSE, que mais se aproximam de sua missão, como valores/transparência, público interno e comunidade;

Conhecer experiências vividas por outras empresas que tiveram a área de RH como catalisadora e facilitadora do processo de implantação de programas de responsabilidade social empresarial;

Realizar ações de sensibilização envolvendo a alta administração e os seus principais gestores, através de palestras e workshops no sentido de iniciar a formação de comitês e/ou grupos de trabalho de responsabilidade social empresarial;

Mapear e inserir nas atividades do RH algumas práticas de responsabilidade social, como por exemplo:

Conceber e implantar um código de ética ou disseminar o já existente – valores e transparência;

Verificar se os critérios de participação de resultados valem para todos ou como ele é formulado e monitorado – público interno;

Conceber e apoiar projetos internos para integração e apoio a filhos de funcionários ou divulgar caso eles existam – púbico interno;

Conceber e formalizar proibição de práticas de discriminação, nos processos de seleção, promoção e avaliação – público interno;

Conceber e implantar políticas de promoção de grupos menos representados na empresa – público interno;

Estabelecer política de contratação de pessoas com deficiência ou cumprir as leis, caso ainda não esteja sendo cumprida – público interno;

Estabelecer formalmente formas de combate a situações de assédio moral e/ou sexual – público interno;

Adotar critérios socioeconômicos, como idade, estado civil e dependentes na hora de demitir e conceber programas de apoio ao demissionário – público interno;

Incluir ética como conteúdo obrigatório no programa de admissão e treinamento da empresa;

Apoiar o trabalho voluntário dos colaboradores e incluir nos programas de visitas e integração, atividades com escolas e organizações não-governamentaos – comunidade, entre outros.

Estimular a realização de um diagnóstico em responsabilidade social pelo comitê de responsabilidade social empresarial e elaboração de um plano de ação a partir do diagnóstico.

Portanto, a essência da responsabilidade social empresarial para o RH é a ética e o respeito pelo funcionário ou candidato a funcionário, pois, lidar com pessoas é a missão do RH e o RH tem o dever de fazer seu trabalho da maneira mais humana possível. 

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo