Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

:: Especial

Avaliação de investimentos garante eficiência em projetos

Comunicação Ietec

Definir métodos de análise na busca pela viabilização de projetos. Esta é a missão de um grupo restrito de especialistas que, constantemente, estão tomando decisões sobre quais projetos receberão investimentos. Porém, muitas destas empresas esbarram na precariedade da metodologia adotada para este fim.

Esta é a opinião do executivo em Finanças, Breno de Campos. Para ele, o desconhecimento dos métodos mais sofisticados de análise e a ausência de profissionais capacitados na avaliação financeira de projetos são apontados como entraves na tomada de decisões.

“O descaso com as análises e projeções financeiras de um projeto é mais comum do que se imagina. Existe um desconhecimento por parte dos gestores quanto aos métodos de análises mais modernos que englobam estatísticas e matemática financeira. Quando a avaliação financeira é imprecisa, com freqüência projetos precisam ser interrompidos e isto gera custos para as empresas”, explica Campos, que também é instrutor do Ietec.

A recente crise na econômica norte-americana é exemplo de que o conhecimento de projeções e riscos financeiros são cada vez mais necessários em uma avaliação econômico-financeira de projetos. “Os riscos de um projeto precisam ser muito bem delineados pelas empresas. Além de dados e estatísticas, trabalhamos também com os imprevistos. Somente uma metodologia precisa é capaz de garantir segurança na execução de projetos”, garante Campos.

Para o analista da Copasa, Marcondes Gomes de Paula, saber onde e como investir exige cada vez mais preparo por parte do gestor: “O conhecimento referente à viabilidade econômica de um projeto é cada vez mais um diferencial na tomada de decisões para qualquer empresa, seja ela uma grande ou uma pequena organização”, ressalta.

 Segundo dados da Bovespa, em um único dia de pregão, as empresas brasileiras chegaram a amargar prejuízo de US$ 89 bilhões. Em um cenário econômico cada vez mais instável, a  avaliação de viabilidade de um projeto apresenta um caráter estratégico para a empresa.

Capacitar é preciso

Na avaliação do instrutor Breno de Campos, a capacitação de profissionais voltados para uma abordagem que englobe noções de conceitos de análise e métodos de investimento e de riscos é a solução para a escassez de colaboradores que predominam no mercado de gerenciamento de projetos.

“É importante que empresas e profissionais se conscientizem da importância de cada um obter conhecimentos e técnicas para análise e tomada de decisão. Apostamos na capacitação como instrumento no aprimoramento do mercado”, conclui Campos.

O gerente da área de engenharia industrial da Tecplan, Roberto Mattioli Silva, também defende a importância da capacitação em finanças por profissionais de outras áreas como um grande diferencial. “A capacitação em finanças proporciona ao profissional uma visão mais abrangente dos projetos e também o qualifica para avaliar o potencial de novos negócios”.

Formado em engenharia industrial, Silva começou a investir em seu aperfeiçoamento na parte de viabilidade econômica de projetos quando passou a trabalhar com novos negócios e empreendimentos industriais de empresas. Sua formação em engenharia, aliada à visão econômico-financeira, já rendeu projetos importantes às empresas. “Eu não esqueço de um estudo em que identifiquei uma oportunidade de negócio no estado de Goiás e fiz uma projeção de futuro correta. O investimento de 150 milhões de dólares na região se tornou um dos negócios mais lucrativos da empresa e ainda ajudou a população vizinha”, lembra o gerente da Tecplan.
 

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo