Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

Gestão de Projetos

Gestão de Projetos: o grande diferencial das organizações

Comunicação Ietec

 

A competitividade e a forte pressão dos mercados internos e externos impuseram às empresas uma nova forma de planejar e gerir negócios. Se o contexto exige mais produção com menos recursos, a busca por alternativas capazes de potencializar a produção e a qualidade dos produtos e serviços passou a ser uma prioridade para a alta gerência.
 
Neste cenário, o gerenciamento de projetos é uma das opções mais viáveis para as organizações porque garante um baixo risco aos investimentos e um maior controle de custos e prazos para o gestor.
 
De acordo com o Project Management Institute – PMI, a mais conceituada instituição de gerenciamento de projetos do mundo, em 2006, 20% das organizações consultadas afirmaram apresentar algum nível de resistência interna em relação do Gerenciamento de Projetos. Em 2007, este número caiu para 17%.
 
A forte adesão das empresas à metodologia, observada nos últimos 10 anos, tem como sua principal conseqüência o posicionamento estratégico no mercado. Para o mestre em gerenciamento de projetos pela USP e primeiro brasileiro certificado PMP (Project Management Professional), Wilson José Ramos, todas as organizações que hoje têm uma posição confortável no mercado implementam práticas eficazes de planejamento de projetos.
 
Ramos cita ainda o papel fundamental que o gerenciamento de projetos exerce também nas pequenas empresas: “Nestas organizações, a preocupação de melhoria com a performance nos negócios, a estruturação de processos e maior assertividade quanto a prazos e custos, traz ganhos importantes na melhoria da competitividade, possibilitando crescimento e aumento de sua participação no mercado”, garante.
 
Os resultados alcançados pelas empresas através da metodologia será um dos destaques da 11ª edição do Seminário Nacional de Gerenciamento de Projetos, evento coordenado pelo Ietec, que acontece nos dias 25 e 26 de junho, no Centro de Convenções do Hotel Mercure, em Belo Horizonte. O evento conta com a coordenação do mestre em Gerenciamento de Projetos pela USP , João Carlos Boyadjian; do consultor Clênio Senra; do presidente do PMI-MG, Márcio Tibo; e do vice-presidente de certificação e estudos técnicos do PMI-MG, Ivo Michalick.
 
O encontro pretende tratar também das novas tendências em gerenciamento de projetos e discutir a formação de profissionais. Se a metodologia é vista como uma excelente oportunidade para as empresas, o mesmo pode se dizer para o profissional que busca qualificação na área.
 
Para o membro fundador do Project Management Institute (PMI) em São Paulo e Belo Horizonte, mestre em Gerenciamento de Projetos pela USP, e um dos coordenadores do evento, João Carlos Boyadjian, “o mercado de trabalho busca cada vez mais este por gestores de projetos. Mas o que a gente percebe é que falta gente qualificada para suprir esta demanda”, sinaliza.
 
Painéis e apresentações simultâneas
 
A programação dos dois dias de evento contará com a realização de dois painéis e seis apresentações simultâneas. No dia 25, o painel “A cultura de gestão de projetos nas empresas” contará com as apresentações do presidente do PMI-MG, Márcio Tibo; e do coordenador do evento, João Carlos Boyadjian.
 
“Fatores críticos de sucesso em gestão de projetos” , outro tema que integra o painel, contará com as presenças do superintendente de Engenharia e Ampliação da V&M do Brasil, Paulo Roberto Valadares; e da diretora de projetos da Promon-SP, Patrícia Cristina Sibinelli.
 
A programação do dia 25 prevê, ainda, a realização de três apresentações simultâneas. “Gestão de Projetos de Inovação” contará com as presenças do diretor de engenharia para a América Latina da Du Pont-SP, Fábio Alessio Dionisi; do gerente de projetos da FITec-MG, Rodrigo Lacerda; do engenheiro de Tecnologia e Normalização da Cemig-MG, Maurício de Souza Abreu; e do diretor de tecnologia da ATAN, Constantino Seixas Filho.
 
“Desenvolvimento de Recursos Humanos” e “Gestão de Empresas de Projetos” são os outros temas das apresentações simultâneas do dia 25. Entre os palestrantes, estão:
- o consultor Yuri Gitahy;
- a consultora e professora de pós-graduação do Ietec, Marli de Paula;
- o vice chair os education do PMI IDSIG e consultor, Peter Pfeiffer;
- o professor da Fundação Dom Cabral, Lúcio José Diniz;
- o professor em Gerenciamento de Projetos da Universidade Federal do Paraná, Darli Rodrigues Vieira; e
- o diretor de serviço da TOTVs, Cléber Picarro.
 
A programação completa do evento está disponível no site www.ietec.com.br
 


Aprimoramento
 
As atividades do Seminário Nacional de Gerenciamento de Projetos se encerram com a realização de três cursos voltados para a aplicação da metodologia. “Suprimentos para projetos em um ambiente de sourcing estratégico” é um dos cursos que integram a programação de treinamento e capacitação do evento.
 
Dividido em módulos, o curso pretende abordar a função das cadeias de suprimentos e os procedimentos de negociação. “A metodologia de suprimentos estratégicos permite maximizar os potenciais e oportunidades de compradores e vendedores, além de reestruturar as parcerias para a construção de alianças estratégicas”, explica o consultor, o PMP Fred Jordan, instrutor do curso.
 
“Gerenciamento de custos de Projetos” será o outro curso a integrar a programação do evento. Ministrado pelo diretor de operações industriais da Dyno Nobel Brasil, o PMP Clênio Senra, o curso irá tratar do planejamento e controle dos custos de projetos.
 
Jorge Cruz, gerente de integração e metodologia da Prodam-SP, o PMP Jorge Cruz, e o presidente do PMI-MG, o PMP Márcio Tibo, serão os instrutores do curso Gerenciamento de Projetos de Tecnologia da Informação e Comunicação. As métricas aplicadas a projetos de TI será um dos temas que o curso pretende abordar.

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo