Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

:: Gestão e Tecnologia Industrial

VSB: desenvolvimento e novas perspectivas

Cínthia Coelho

Revista Ietec nº 26 :: Junho/Agosto de 2009

O município de Jeceaba, a 125 km de Belo Horizonte, com apenas 6 mil habitantes, sempre foi conhecido por apresentar um dos mais baixos Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do país. Metade da população sobrevivia com uma renda mensal inferior a R$ 75. Em outras palavras, isto significava viver na linha de pobreza.

Com a ausência de indústrias e de perspectivas profissionais, a agricultura familiar passou a ocupar um papel crucial na vida da população: 60% das famílias sobreviviam daquilo que plantavam.

Esta realidade, no entanto, começou a mudar. Em setembro de 2008, enquanto o mercado financeiro internacional se deparava com uma das suas piores crises, o município assistia ao início da construção da usina da Vallourec & Sumitomo Tubos do Brasil (VSB). Mais do que a construção de uma usina, eles assistiam a construção de uma nova história para o município.

A nova usina irá produzir e exportar 600 mil toneladas de tubos por ano (produto acabado e de alto valor agregado), além de produzir um milhão de toneladas de aço bruto. O investimento na obra é de US$ 1,6 bilhão. “O nosso grande desafio é realizar a laminação do primeiro tubo de aço sem costura em maio de 2010”, afirma o presidente da VSB, Otávio Sanábio.

Não são apenas os números da obra que impressionam. A usina está sendo construída com o mais alto nível de desenvolvimento tecnológico do setor. Para as obras de laminação, execução de um volume de 125 mil metros cúbicos de concreto, por meio de modernas técnicas construtivas e soluções de engenharia de vanguarda. “No Brasil, a obra é considerada uma das maiores em andamento”, garante Sanábio.

O empreendimento consiste em uma usina de aço integrada, com uma planta de pelotização para abastecimento de dois altos fornos. “Esta é uma iniciativa inédita no Brasil”, diz Sanabio. Os altos fornos da VSB serão fabricados na mais moderna tecnologia, com injeção de finos.

A aciaria também terá um equipamento  inédito na América Latina: o CONSTEEL®.
A máquina propicia redução de ruídos, otimização no consumo de energia e assegura um controle maior sobre o processo de fusão: “Com isso, preservamos recursos naturais, minimizamos impactos ambientais e garantimos maior segurança aos nossos empregados”. Outros diferenciais da obra são o laminador de tubos PQF (Premium Quality Finishing) e o sistema  de estocagem de tubos automatizada através de cassetes.

Para garantir a eficiência tecnológica, a empresa aposta em seu time de funcionários. Vale lembrar que a usina está sendo construída em uma região carente de qualificação profissional, que necessita do empenho do poder público e privado para reverter esta situação. E isto já está acontecendo:

“Temos priorizado a contratação e qualificação de mão-de-obra da região através do convênio com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social. Foram qualificadas 532 pessoas por meio desta parceria”, explica. Atualmente, são 400 empregados diretos na VSB e 3.500 prestadores de serviços que estão trabalhando na construção da usina.

Parcerias com o poder público também têm resultado em outros benefícios como as obras de melhoria no Hospital de Jeceaba e na Paróquia Nossa Senhora da Conceição.

A VSB vem promovendo também seminários de capacitação em gestão ambiental para vereadores da região. “Com isso, as cidades poderão administrar melhor a preservação de seu patrimônio natural”, afirma Sanábio.

Outra parceria da VSB, desta vez com a Universidade Federal de Lavras e Instituto Estadual de Floresta, resultará no Centro de Referência em Revegetação da Mata Atlântica. O projeto prevê a plantação de um cinturão verde de 100 metros de largura ao redor da Usina e contará com 5 milhões m2 dedicados a pesquisas e plantios de espécies nativas de Mata Atlântica.

O Programa Resgate e Manejo da Fauna e o Programa de Resgate do Patrimônio Arqueológico são os outros projetos da VSB que completam suas ações de desenvolvimento ambiental.
 

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo