Logomarca IETEC

Buscar no TecHoje

Preencha o campo abaixo para realizar sua busca

Certificação é diferencial competitivo

Comunicação Ietec

Investir em metodologias de Gestão de Projetos (GP) tem sido uma constante no mercado corporativo. O motivo é simples. Além de garantir o alinhamento dos projetos com a estratégia das empresas, as boas práticas da GP aumentam a assertividade dos processos e reduzem os riscos.

Embora haja consenso com relação aos benefícios da Gestão de Projetos, a quantidade de brasileiros certificados pelo Project Management Institute (PMI), instituição internacional dedicada ao fomento da atividade, ainda é pequena. De acordo com dados do PMI, dos 300 mil profissionais certificados no mundo, apenas 2,3% estão no Brasil.

Se por um lado o número parece pouco expressivo, por outro, revela que o mercado está carente de mão de obra especializada. E, ao que tudo indica, os profissionais da área estão atentos às oportunidades.

Somente no Instituto de Educação Tecnológica (Ietec), pioneiro em educação continuada em Gestão de Projetos no Brasil, houve elevação de 10,5% na procura pelos cursos de preparação para os exames Project Management Professional (PMP) – uma das certificações mais reconhecidas entre as oferecidas pelo PMI – entre outubro de 2009 e março de 2010, na comparação com igual período anterior. 

Na avaliação do coordenador da Pós-Graduação em Gestão de Projetos do Ietec, Clênio Senra, a previsão é de que o setor fique ainda mais aquecido no curto prazo. “A cada dia as empresas reconhecem mais as certificações como um diferencial. O profissional certificado aumenta consideravelmente a probabilidade de sucesso dos projetos nos quais ele atua”, afirma.

Reduzir os riscos, estimar melhor os prazos, aumentar a velocidade de realização dos projetos e alinhar os investimentos às necessidades reais das empresas foram outros pontos citados pelo coordenador como favoráveis ao segmento.

O vice-presidente de Educação do PMI-MG e responsável pelo Project Management Office (PMO) da Comau, Leonardo Fabel, completa. “As empresas que querem se destacar no mercado reconhecem a importância da gestão de projetos, que está em franca expansão no Brasil”.

Conforme o gerente-geral de Engenharia e Projetos da Samarco Mineração e PMP, Cláudio Gonçalves Salles, possuir uma certificação expedida pelo PMI é mais uma garantia de que os objetivos propostos no escopo serão alcançados. Entretanto, ele ressalta que o controle deve ser rígido. “Não basta dominar o PMBOK (Project Management Body of Knowledge). É necessário que o gerente de projetos aplique as metodologias estudadas para atender às demandas do mercado, cada vez mais exigente”, enfatiza Salles.

A exigência comentada pelo gerente-geral de Engenharia e Projetos, intensificada com a retomada dos investimentos que marca o novo cenário econômico, aumenta a demanda pelos gerentes de projetos certificados. Prova disso é que, além da Samarco e da Comau, empresas como Vale, Votorantim, Cemig e V&M do Brasil apostam na aplicação das metodologias para atingir os objetivos.

Nota – Diversas são as certificações oferecidas pelo PMI. Para conhecê-las e saber quais são os requisitos para a obtenção clique aqui.
 

Indique este artigo a um amigo

Indique o artigo