Indústria 4.0: A maquina que fala

Wagner Vieira de Resende

 Pós-graduado em Engenharia de Manutenção pelo Ietec.

RESUMO

Quando se fala de indústria 4.0 são inúmeras as interpretações referentes ao assunto e perguntas tais como o que significa, como se aplica, quais os ganhos, surgem imediatamente. O fato é que ela está aí, inserida na também falada quarta revolução industrial. Está presente em vários segmentos da manufatura e de serviços trazendo a automação aliada a sistemas computacionais avançados e em larga escala. Este artigo, tem o objetivo de apresentar alguns conceitos da indústria 4.0 e em particular o conceito surgido dentro dela voltado à manutenção: A Máquina que Fala. Uma nova maneira de gerar dados de inspeção para auxílio na tomada de decisão. Demonstrar seus ganhos, e dificuldades de implantação.

Palavras-chave: Industria 4.0. Máquina que fala. Inovação. 

 

INTRODUÇÃO

Como observado em uma infinidade de publicações, competitividade, sustentabilidade e redução de custos são palavras de ordem no meio produtivo globalizado tanto da manufatura quanto dos serviços. Ao longo de anos as indústrias vêm se modificando e por que não dizer, se moldando através de avanços tecnológicos e metodológicos a fim de atingir todos esses objetivos. A Figura 1 demonstra essa evolução. Neste contexto a integração dos processos é a palavra-chave dentro da indústria 4.0, sendo assim, na manutenção não é diferente. Integrar máquinas, operadores e mantenedores é fundamental. Neste artigo, será abordado o conceito de máquina que fala, uma das soluções surgidas e inseridas na manutenção contemporânea no contexto da indústria 4.0.  

Baixe o PDF desta matéria